Trello para estudar (um brainstorm). | Ep. 220.

Há alguns dias o Weligton Oliveira perguntou lá no nosso grupo de discussão o seguinte: Ola, alguém utiliza o Trello para os estudos? Alguém tem alguma dica de como organizar o fluxo para os estudos na faculdade?

Nunca usei algo assim porque sou velho. Na minha época eu tinha um Apple II que funcionava como um espaço para organizar as ideias que eu anotava durante as aulas. Ele me acompanhou por muitos anos, mas só na minha pós-graduação é que consegui usar computadores na sala de aula.

Na pós, usei muito o Evernote em um iPad de primeira geração. Aliás, foi uma época em que usei muito o tablet como companheiro do computador. Mas nunca usei o Trello para estudar e nunca nenhum cliente meu precisou de algo assim tão específico. Mas abracei o "desafio" do Welington e sugeri o seguinte:

Que tal montar um quadro com listas de segunda a domingo. Coloque os cartões com as matérias dos respectivos dias para ter as aulas organizadas de forma visual. Pode até usar etiquetas para diferenciar estes cartões dos demais.

Agora use as mesmas listas com cartões que representam as atividades que precisa realizar: estudos, trabalhos, provas etc. Coloque cada uma no dia da semana que pretende realizar e use um alarme para a respectiva data (do mês).

Ou vá priorizando, subindo ou descendo as atividades na lista. E claro, você pode ligar cartões ao Google Docs (ou Drive) ou Evernote para anotações ou trabalhos em equipe.

Completei a explicação no grupo com a seguinte frase "Acho que acabo de criar um roteiro para um vídeo". E aqui estamos. Mas este é um vídeo diferente dos meus habituais. Não existe uma pauta elaborada ou uma conclusão.

É um bate-papo e o meu objetivo dessa vez foi lançar uma série de ideias e ouvir sua opinião. Gostaria de saber de você se faz sentido tudo isso que pensei e sugeri para Weligton.

O que você achou das minhas ideias? Acha que faz sentido? Usaria algo assim na faculdade? Por favor, deixe sua opinião e sugestões. E se achou interessante, use os botões abaixo e compartilhe o vídeo com os amigos. E claro, também gostaria de saber se você faz algum uso diferente da tecnologia na sala de aula.

 

Google Keep: tutorial completo | Como funciona e como usar.

O Google Keep é o serviço de anotações do Google que está disponível em versão para web e aplicativos para Android e iOS.

Além de notas, é possível guardar imagens, links de sites, lista de tarefas e até desenhos ou textos feitos à mão.

Trato o Keep como um bloco para rascunhos que utilizo junto com o Evernote, mas existem aqueles que exploram o serviço de uma forma muito mais avançada. Recomendo que assista os dois vídeos abaixo para conhecer diferentes formas de usar o Keep para organizar melhor a vida e afazeres pessoais ou profissionais.

➤ Google Keep para gestão de tarefas
➤ Google Keep e Evernote juntos?

O Keep está muito bem inserido no ecossistema Google. Anotações, desenhos e imagens, podem, por exemplo, ser facilmente levadas para textos nos quais você está trabalhando no Google Docs.

Além disso, notas do Keep marcadas com lembretes, aparecem na agenda de compromissos do Google e podem ser manipuladas por lá também. Descubra como assistindo o vídeo abaixo.

Lembretes do Keep com geolocalização

E claro, o serviço explora bem as tecnologias modernas. Os lembretes podem também ser ativados por geolocalização. Ou seja, sua lista de compras aparece quando você está perto ou dentro do supermercado.

Ele é muito interessante, mas é simples demais para as minhas necessidades. Porém, pode ser que funcione bem para você e por isso publiquei essa videoaula demonstrando as principais funcionalidades do serviço.

Depois que assistir deixe seus comentários compartilhando ideias para usar o Keep, suas dúvidas ou sugestões para futuros vídeos.

Gostou da dica? Compartilhe com os amigos.