O que é... Anchor? | Como criar podcasts interativos usando o celular (totalmente gratuito).

Comecei a ouvir podcasts em 2005 e no mesmo ano publiquei o primeiro episódio do meu próprio programa semanal. Entretanto, ao longo dos anos comecei a sentir falta da interação que existe, por exemplo, no YouTube.

Em outras palavras, gravar podcasts acabou se transformando em uma atividade solitária. O Anchor é um serviço bastante novo, mas que em minha opinião conseguiu juntar em um só aplicativo tudo que eu sempre procurei, seja como podcaster, seja como ouvinte.

Ele está disponível tanto para Android, quanto para iOS e depois da instalação você pode criar sua conta usando um endereço de email e senha ou uma rede social. Os próximos passos são incluir ou mudar sua foto, ajustar seu nome de usuário, escrever uma bio e assim por diante.

Para procurar estações que você deseja ouvir, clique na lupa e navegue nas categorias. A maior parte do conteúdo ainda está em inglês, mas vale a pena experimentar. No Anchor você não adiciona amigos como nas outras redes sociais. Para acompanhar uma pessoa ou estação, clique na estrela (Favorite) e toda vez que um novo áudio for publicado, você receberá uma notificação.

E enquanto você escuta o podcast, poderá bater palmas (clicando no emoji das palmas), enviar comentários escritos ou gravar áudios contendo opiniões a respeito do que acabou de ouvir (Call In).

Como gravar áudios

Na base da tela existe um sinal de adição. Clique nele para começar a gravar. Cada áudio pode ter no máximo 5 min, mas você pode criar quantos quiser. E o interessante é que ao terminar a gravação de cada bloco, você pode incluir um fundo musical antes de realizar a publicação, que o Anchor chama de "Adicionar à sua estação" (Add this to your station).

Depois de adicionar o áudio à estação, você pode ou não notificar seus seguidores via Facebook e Twitter e continuar as gravações incluindo novos áudios, sons, comentários dos ouvintes e até mesmo partes de músicas do Spotify ou Apple Music. Porém, todos estes áudios duram por apenas 24h como uma espécie de Snapchat.

Como criar um podcast

Ao gravar seu primeiro áudio, será possível enviar a solicitação de criação de um podcast. Escolha a opção de transformar um ou mais áudios em um podcast (CREATE FIRST EPISODE) e você verá na aba podcast (EPISODES) um opção para criar seu podcast (SET UP). Siga os passos incluindo nome, capa e descrição e o Anchor fará o resto.

Todos os áudios que você transforma em podcast ficarão disponíveis para sempre. E o interessante é que você pode juntar vários áudios de 5 minutos, sons, músicas etc. para criar seu episódio.

Nem tudo são flores. Os áudios transformados em podcast ganham uma vinheta dizendo que o podcast foi criado usando o Anchor. A logo da empresa também aparece no avatar do podcast.

Pessoalmente considero esse detalhe uma troca justa já que tudo é gratuito e a empresa cuida de todo processo de criação e manutenção do podcast. Aliás, no passado, cheguei a dizer várias vezes que o SoundCloud deveria mudar seu modelo de negócios para algo assim.

Gostou? Por favor, compartilhe este conteúdo nas suas rede sociais e deixe um comentário com dúvidas ou sugestões. E caso queira, você pode também acompanhar minha estação ou os episódios do podcast.

🎂 9 anos de Evernote. Qual é a sua história?

Comecei a usar o Evernote no dia 22 de julho de 2008 às 8:56h da manhã, pouco menos de um mês depois do lançamento do aplicativo.

Como sei disso? Guardei o e-mail de ativação da conta dentro do próprio Evernote. Hoje, dia 22 de julho de 2017, nove anos depois, afirmo sem medo de errar que ele mudou por completo a minha vida. 

Há alguns dias perguntei no Twitter há quanto tempo meus seguidores usavam o aplicativo e fiquei surpreso com a quantidade de anos que muitos compartilharam por lá. Ficou claro para mim que o Evernote é realmente um desses companheiros de longa data.

A data de 24 de junho marcou o nono ano desde que o Evernote saiu de um teste privado para um beta público aberto.
— Evernote, 2017

Comecei criando meus roteiros de viagem em um iPod Touch e quanto mais utilizava esse incrível aplicativo, mais ideias eu tinha. Passei a compartilhar essas ideias e dicas online e em 2012 fui convidado para participar da segunda conferência internacional da empresa em São Francisco. Foi também o ano em que me tornei embaixador e publiquei o livro Organizando a vida com o Evernote.

Em 2013 lancei o podcast Diário de um elefante que foi encerrado este ano, 2017, para que eu pudesse dedicar meu tempo ao Canal no YouTube.

Em 2014 fui um dos palestrantes convidados para a conferência internacional daquele ano e aproveitei para conhecer a sede da empresa na Califórnia. Antes do ano terminar, também fiz parte da primeira turma de Consultores Certificados da Evernote e fui o primeiro brasileiro a receber a certificação.

O Evernote foi chegando na minha vida aos poucos e é hoje o centro do meu sistema de organização e produtividade. Porém, a mudança mais importante aconteceu depois de 2014 quando comecei a utilizar o aplicativo nas minhas consultorias. Hoje ele é uma peça chave na minha vida pessoal e no trabalho que realizo ajudando pessoas e empresas a se tornarem mais organizadas produtivas.

E você? Como é a sua história com o Evernote. Deixe um comentário no YouTube explicando como foi que começou a usar o aplicativo e como ele tem te ajudado na vida pessoal ou profissional.