Lista de Compras e Caderno de Receitas no Evernote ou no Trello?

Dizem que ir ao supermercado com fome ou sem uma lista fará com que você compre itens desnecessários ou esqueça de pegar o que realmente foi comprar.

Minha lista fica no Evernote, mas andei experimentando meu sistema no Trello e o resultado ficou bem interessante.

No Evernote uso a etiqueta “comprar” para filtrar todas as notas com itens que gostaria de comprar. Pode ser um livro que achei interessante e fotografei ou a própria lista de compras de supermercado. E a etiqueta fica na Área de Atalhos para facilitar o acesso.

Evernote + Trello | passo-a-passo
Algo que talvez você não saiba sobre a área de atalhos do Evernote.
Evernote para cozinheiras.
Etiqueta para acesso rápido a conteúdo de uso frequente no Evernote.

A lista de compras de supermercado fica em uma nota e está dividida em grupos que representam as áreas da casa e, consequentemente, a organização dos produtos dentro do próprio supermercado. Por exemplo, os itens de limpeza estão sempre próximos uns dos outros.

Ao lado de cada item da lista tenho as caixas de tarefa, mas utilizo a marcação de forma invertida. Marco os itens que preciso comprar e deixo as demais caixas em branco. Faço isto porque desta forma é mais fácil enxergar e localizar os itens na lista, principalmente na tela do celular.

Também uso as caixas de marcação de tarefas para as receitas. Se o plano é ir ao supermercado para comprar apenas itens de um prato que quero cozinhar, abro a receita no Evernote, verifico a dispensa e marco o que preciso comprar. Neste caso a nota da receita no Evernote será minha lista de compras.

Na experiência que realizei usando o Trello, optei por criar um Quadro para compras e dentro as seguintes listas: Supermercado, Receitas, Livros, Casa etc. E no caso de Supermercado, criei um Card para cada grupo e dentro um checklist com os itens. Assim como já fazia no Evernote, passei a marcar apenas os itens que precisava comprar.

Outro detalhe que copiei do meu sistema no Evernote foi a etiqueta “comprar”, que pode ser incluída nos Cards com itens que precisam ser comprados na próxima visita ao supermercado, livraria etc.

E para simplificar as coisas, é possível inclusive filtrar e ver apenas os Cards marcados com esta etiqueta. Assista o vídeo abaixo para entender como. E você, como organiza sua lista de compras e caderno de receitas? Por favor, compartilhe suas experiências e dicas.

Gostou da dica? Compartilhe com os amigos.

Trello: como configurar a privacidade dos Quadros | Público, Privado, Times etc.

O Trello é uma excelente ferramenta para trabalho em equipe e gestão de processos e fluxos de atividades em empresas.

Mas, assim como diversos outros aplicativos, existem várias formas de configurar seus elementos. Nesta aula explico os tipos de visibilidade dos Quadros, ou seja, quem pode ver este ou aquele conteúdo.

A primeira distinção que você precisa compreender é que existem Quadros que são Particulares e outros que podem ser criados para um determinado grupo de pessoas, o chamado Time. Porém, cada um destes dois grupos conta com suas próprias subdivisões.

Os Quadros Particulares normalmente são utilizados pela pessoa que os criou, mas há como convidar outras pessoas para participarem ativamente deste tipo de Quadro. E se preferir, existe a opção de tornar o Quadro totalmente Público.

Neste caso, quem está como membro do quadro pode ver e editar informações e o restante do mundo apenas verá tudo que está sendo discutido dentro dele.

As opções Particular e Público também existem para os Quadros de Time e a lógica de funcionamento é a mesma. Porém, os Quadros de Time podem ser também criados de forma a sempre mostrarem seu conteúdo para o Time em questão. Está confuso? Assista a videoaula.

Gostou da dica? Compartilhe com os amigos.

Google Keep para gestão de tarefas. Um mini-Kanban usando cores.

Neste vídeo compartilho uma ideia muito interessante que o Elias Junior deixou como comentário no vídeo em que descrevo como utilizo o Google Keep em conjunto com o Evernote

Se ainda não assistiu, assisa e leia os comentários porque muita gente deixou sugestões bem interessantes por lá.

A propósito, procuro responder todos os comentários deixados no Canal, mas não consigo fazer isso imediatamente. Normalmente separo um dia da semana para responder os novos. Portanto, se ainda não respondi uma mensagem sua, calma, chegarei lá.

Funcionamento do Sistema

A tela inicial contendo todas as notas do Keep funciona como uma caixa de entrada para as coisas que ele precisa fazer, mas como o Keep permite usar cores diferentes para os cartões, ele criou um mini-Kanban organizado por cores.

  • Branco = a fazer;
  • Amarelo = fazendo;
  • Laranja = urgente;
  • Verde = concluído;
  • Vermelho = cancelado ou suspenso.

Já o azul ele utiliza para outro tipo de anotações.

  • Informações para atividades contínuas;
  • Modelos de notas,
  • Anotações em geral;
  • etc.

Além disso ele definiu e segue algumas rotinas.

  • Todas as atividades são criadas já com uma etiqueta específica: trabalho, nome do cliente, Internet, séries, filmes, atividades, estudo etc.;
  • Quando a atividade é concluída (verde) ou é suspensa (vermelho), o cartão é arquivado. Um ponto importante aqui é que a busca do Keep encontra também conteúdo arquivado.
  • Uso de lembretes para situações específicas.

Um detalhe importante dos lembretes do Keep é que eles podem ser recorrentes e sempre aparecem na agenda do Google.

E aproveito para também compartilhar uma dica que o Cristiano Roberto publicou no nosso grupo de discussão. Ele nos lembrou que o Google Keep também faz OCR, ou seja consegue "ler" conteúdo impresso em imagens.

Enfim, adorei essa ideia de usar o Keep para gestão de tarefas. E você, o que achou? Pensa em experimentar?

Gostou da dica? Compartilhe com os amigos.