VCP 176 - Por que venho me tornado mais produtivo usando um Android?

Migrei do Palm para um iPhone 3G e, desde então, venho comprando um novo modelo da Apple a cada dois anos ou mais. Atualmente utilizo um iPhone 6, mas tenho me interessado cada vez mais pelo Android por uma série de razões. Para começar, o casamento do Pebble como o sistema da Google é muito melhor e, conforme já declarei algumas vezes, prefiro a versão do Evernote para Android.

Venho acompanhando o sistema da Google desde que era apenas um projeto desconhecido. Ao longo dos anos ele evoluiu muito e hoje está mais estável e bem acabado. Além disso, quase todos os aplicativos que utilizo no iOS já existem na Play e, em alguns casos, com características e vantagens que não podem existir no sistema da Apple por conta de limitações impostas pela empresa. Enfim, o Android Marshmallow está chegando e pode ser o empurrão que faltava para minha migração.

GeoTagr para incluir localização em fotos

Existem inúmeros aplicativos que fazem o mesmo, mas este é o que uso e gosto. O GeoTagr, disponível apenas em versão iOS, trabalha capturando sua localização para que depois você possa incluí-la nas fotos feitas via câmera sem recurso de GPS.

Os cartões Eye-Fi e as câmeras equipadas com Wi-Fi tentam resolver essa situação com triangulação de redes, mas, apesar de funcionar relativamente bem, não há como atingir a precisão de um GPS. O GeoTagr faz o trabalho de captura usando seu telefone e, quando a seção de fotos termina, basta aplicar a localização às fotos armazenadas no Dropbox, Mac, Rolo de Câmera do iOS, Flickr, Google+ ou SmugSmug.

+ Fotos da câmera e do iPhone no seu Rolo de Câmera.

É tudo muito simples, mas o funcionamento depende do perfeito sincronismo entre os relógios da sua câmera e do telefone. Portanto, a primeira coisa a fazer é sempre verificar se estão no mesmo horário de verão, fuso etc. Não há necessidade de precisão nos segundos, mas precisam estar sincronizados na casa dos minutos.

Uma vez ajustado o relógio da sua câmera, vá até o App GeoTagr e pressione o botão Record. Ele lhe oferecerá algumas opções de configuração (topo da tela) e começará a rastrear sua localização. As alternativas são: GPS, Wi-Fi e Torre de Celular.

A duração da bateria segue essa mesma ordem. Dura menos com o GPS e muito mais com o sistema de triangulação por celular. Utilizo quase sempre essa última. Diferente do Wi-Fi, há muito mais antenas de celular a nosso redor e as posições encontradas ficam muito precisas. Opto pelo GPS apenas quando estou em locais afastados de centros urbanos. 

Dica: durante suas viagens internacionais, desligue o sistema de dados do iOS e mantenha o celular (voz) ativo. Ele ajudará o GPS do telefone via triangulação com antenas de celular próximas. Mas lembre-se, para não ser cobrado por roaming, não atenda ligações.

Ao concluir a seção de fotos, clique no Stop e passe a trabalhar na manipulação de suas imagens. No meu caso, tenho enviado tudo para o Flickr e uma vez concluído o upload, volto ao App GeoTagr no telefone e dentre as opções disponíveis no menu Geotag, escolho Flickr. Caso seja sua primeira vez, precisará antes conectar as duas contas. O App compara os horários armazenados com os das fotos e inclui a localização em todas as que fazem parte daquele intervalo. Por isso é muito importante que os relógios estejam sincronizados.

A mesma lógica pode ser aplicada a uma pasta do seu Mac ou aos outros aplicativos: Rolo de Câmera do iOS, Dropbox, Google+ e SmugMug. Ou seja, caso prefira, é sempre possível editar antes as fotos no computador ou telefone/tablet e depois aplicar a localização.

Conforme mencionei no início do artigo, há diversos aplicativos que fazem o mesmo. Além disso, uma outra possibilidade é utilizar o recurso de mapa do próprio Flickr. Lá há como indicar onde uma imagem foi feita. O problema é ter lembrar do local exato e incluir manualmente a posição em cada uma das fotos.

VCP 155 - Organize suas fotos com o Flickr

O Flickr surgiu em 2004, foi adquirido pelo Yahoo em 2005 e, apesar de ser um serviço incrível, ficou abandonado por anos. Atualmente recebeu diversas atualizações e tem se transformado em uma alternativa muito interessante para armazenamento e organização de fotos.