Produtividade no Trello: encaminhamento de emails para Quadros ou Cartões (tutorial).

Você sabia que é possível encaminhar emails diretamente para um local específico do seu Trello? Pode ser enviado tanto para um determinado cartão, quando para um quadro.

As configurações e o resultado são um pouco diferentes para cada um dos casos, mas a funcionalidade é muito útil em diversas ocasiões. Por exemplo, para alimentar um CRM, conforme já expliquei em videoaula anterior.

Para enviar ou encaminhar emails diretamente para um cartão, você precisará localizar o endereço específico dele indo até o menu "Compartilhar e mais...". Toda mensagem enviada ou encaminhada para este endereço será incluída naquele cartão em formato de um comentário. 

No caso dos quadros, além de conhecer o endereço de email específico você precisará também configurar a lista e a posição na lista para onde deseja enviar a mensagem. Emails enviados para quadros do Trello criam cartões com o título do email se transformando no nome do cartão e o corpo do email sendo convertido na descrição do cartão.

Caso esteja tendo dificuldades para localizar os endereços de email e configurar o recurso, assista a videoaula.

O que você achou desta dica? Conhece alguém que pode precisar de fazer algo assim? Compartilhe este conteúdo usando um dos botões abaixo. E se você faz algo diferente, deixe seus comentários para ajudar outras pessoas.

 

Email descartável na luta contra o SPAM (segurança).

Videoaula

Há alguns dias reclamei lá no Twitter que o Airbnb compartilhou meu endereço de email com o Mercado Pago, que, por sua vez, começou a me enviar spam. Na aula de hoje explico como é que descobri que empresa compartilhou meu email e porque é importante se proteger deste tipo de situação.

Não parei para reler os termos de uso que nunca li (risos), mas tenho certeza de que em algum ponto há um item dizendo que o Airbnb pode compartilhar meus dados com a empresa X ou Y. E agora, pensando em tudo que aconteceu, imagino que é o Mercado Pago que processa os pagamentos do Airbnb no Brasil.

E como é que eu sei que foi o Airbnb que compartilhou meu endereço de email? Simples, eu uso um email diferente para cada cadastro. Calma, não precisa ficar assustado, é o mesmo email com uma pequena variável. Já testei esse truque no Gmail e no iCloud, mas pode ser que funcione em outros serviços.

+ Experimente o G Suite por 14 dias.

Vamos usar como exemplo o endereço nome@gmail.com. O que você vai fazer é usar um sinal de adição na primeira parte do email e incluir números ou letras depois do sinal de adição. Por exemplo: nome+airbnb@gmail.com ou nome+airbnb@icloud.com.

O que acontece é que tudo que vem depois do sinal de adição é ignorado. Em outras palavras, você pode formatar o endereço como quiser e receberá a mensagem normalmente. Portanto, se eu recebi algo do Mercado Pago em um endereço que usei no Airbnb, fica bem claro quem compartilhou o que com quem.

Sabendo disso, posso ir ao Airbnb, mudar meu endereço de email e criar uma regra no Gmail dizendo para jogar direto no lixo todas as mensagens direcionadas ao antigo endereço. É uma forma de evitar spam, mas há outro detalhe importante, a segurança.

+ Email profissional com precisão militar (saiba como)

Uma recomendação que procuro compartilhar com meus alunos e clientes é sempre usar senhas diferentes para cada serviço. Isso é importante porque a primeira coisa que hackers tentam é usar o mesmo usuário e senha (roubados) em outros serviços. E com um endereço de email e senha diferentes para cada serviço, você estará ainda mais protegido.

É claro que nestes casos você precisa usar um gerenciador de senhas como o 1Password, LastPass ou algum outro. Assim não precisará decorar nem o email, nem a senha. Mas isso é assunto para outro vídeo. Por ora, dê uma olhada no conteúdo que já disponibilizei na playlist específica a respeito de segurança.

E você, já conhecia esta dica? Gostou? Por favor, utilize os botões abaixo e compartilhe o vídeo com um amigo. E se é novo aqui, assine o canal porque compartilho dicas a respeito de Organização Inteligente & Trabalho Eficiente várias vezes por semana. Um grande abraço e até o próximo.

 

Como usar o Slack com Evernote | Tutorial Completo.

Estou esperando por esta integração desde que o Chris O'Neill, CEO da Evernote, esteve em São Paulo no final de 2016 e fez uma apresentação na Campus. Lembro claramente de ter comentado algo que chamou minha atenção. Ele mencionou muitas vezes a palavra Slack. Naquela ocasião não existia nenhum tipo de integração entre os dois serviços, mas isto mudou.

Se você não sabe o que é Slack, assista minha aula explicando o serviço ou visite http://vladcampos.tv/slack para ter acesso a todos os vídeos a respeito desta incrível ferramenta. Resumidamente, trata-se de um sistema de comunicação corporativa que se integra a uma enorme quantidade de aplicativos.

Para usar o Evernote e o Slack juntos, visite http://evernote.com/slack e siga os passos para conexão. Caso seja um usuário Evernote Business, preste atenção porque terá que escolher em que conta pretende usar o Slack: na pessoal ou na Business. Terá que escolher uma delas, pois não há como conectar as duas ao mesmo tempo.

Uma vez conectado, um bot do Evernote aparecerá no Slack e você poderá usar 3 comandos.

➤ /note
➤ /clip
➤ /find

Para quem usa o Slack, comandos como estes são muito importantes porque a ideia é conseguir fazer tudo lá de dentro. Por exemplo, escrevendo /note e uma frase, o Evernote criará uma nota com o título “Note to self from Slack”. E, deste ponto em diante, sempre que você usar o /note, um novo texto será incluído nesta mesma nota. Ela será criada no seu caderno padrão, mas você pode mover ela para outro caderno sem interferir no funcionamento do /note.

Já o /clip permite guardar conversas do Slack em notas do Evernote. E funciona junto com datas ou períodos. Por exemplo, use o  /clip yesterday dentro de um canal para salvar todas as mensagens de ontem.

Você pode também usar o nome do mês para pegar todas as mensagens daquele mês. Ou pode indicar uma data para inicio e assim por diante. Use o comando /clip help para conhecer todas as combinações possíveis.

Ao compartilhar uma nota privada do seu Evernote no Slack, o texto dela aparecerá dentro do Slack, mas não há como outras pessoas daquele canal terem acesso àquela nota usando o link. O texto só pode ser visualizado dentro do Slack. É um detalhe sutil, mas mostra a preocupação da Evernote com a nossa privacidade.

E ao usar o comando /find você verá também uma mensagem dizendo que o resultado da busca em tela é visível apenas para você. Ou seja, outra preocupação importante com a privacidade.

E por falar em /find, não achei a busca do Evernote dentro do Slack muito inteligente. Experimentei algumas palavras, mas ele não me mostrou notas que eu havia usado recentemente.

Imagino que isto deva melhorar no futuro porque a Evernote está investindo tempo e recursos na Inteligência Artificial do aplicativo. Porem, é possível ajudar o elefante usando um comando de busca avançada, o intitule:, junto com o /find. Se não conhece a busca avançada do Evernote, assista minha aula a respeito deste tema. É um recurso incrível que você precisa conhecer.

E você, ja usava o Slack? Gostou da Integração com o Evernote? O que mais gostou e do que está sentindo falta? Por favor, deixe seus comentários ou dúvidas.

Caso precise de ajuda para otimizar os mais variados aplicativos e serviços na organização e produtividade da sua pequena ou média empresa, entre em contato.

Gostou da dica? Compartilhe com os amigos.