Evernote: Etiquetas = Estatísticas 📈 | 290

Não tenho ideia de quantas vezes já me perguntaram qual a forma correta de usar etiquetas no Evernote. A verdade nua e crua é que não existe uma forma correta de configurar e usar o Evernote.

Já percebeu que nos vídeos que publico no canal, nunca prometo fórmulas ou soluções milagrosas? Já percebeu que minha forma de ensinar é provocando sua mente? Enfim, cuidado com as promessas de modelos de trabalho e organização no Evernote. Somos todos diferentes e o ponto de partida deve ser sempre a sua necessidade.

No caso específico das etiquetas, uma boa dica é não utilizá-las apenas para enfeitar suas notas no Evernote. Saber ou imaginar que tipo de informação você precisará extrair do conteúdo que tem armazenado no aplicativo no futuro ajudará a entender que tipo de etiquetas fazem sentido. No meu caso, utilizo etiquetas para classificar e localizar informações e também para ter acesso a uma série de dados estatísticos e este é o tema do vídeo de hoje.

Como você já sabe, ajudo pessoas e empresas ensinado Organização Inteligente e Trabalho Eficiente. É a minha atividade principal e preciso de informações estratégicas. Por exemplo, preciso saber quantos clientes estou atendendo no momento, para que eu possa atender com qualidade. Também preciso identificar se está havendo um crescimento ou redução de clientes mês a mês. Outra informação útil é ter um histórico para conhecer os meses com mais e menos alunos.

Tudo isso e mais eu faço com etiquetas, mas para não complicar as coisas, vou compartilhar apenas dois exemplos de uso.

[1] Preciso saber o número de clientes que começaram um trabalho comigo em cada um dos meses do ano e como um mês se compara com o mês anterior.

Todos os alunos de janeiro de 2019 ganham a etiqueta "2019-01". Para fevereiro uso "2019-02" e assim por diante. Ao entrar na tela de visualização de etiquetas verei uma relação crescente agrupada por ano.

E ao lado de cada item aparecerá o número de notas com aquela etiqueta. Ou seja, o número de clientes em janeiro de 2019, fevereiro e assim por diante. Dessa forma, posso facilmente comparar a evolução de alunos mês a mês dentro do ano.

No meu caso é mais importante ver a evolução mensal, mas se quisesse ter uma visualização mais fácil para comparar o mesmo mês em diferentes anos, bastaria inverter a formatação da etiqueta para "01-2018", “01-2019” e o agrupamento mudará, tendo o mês como elemento agregador.

[2] Outra estatística que coleto é a de tipo de profissional que me procura. Neste caso, para que as etiquetas fiquem sempre próximas umas das outras, uso a letra "M" (mentoria) na frente da profissão. Ou seja: "M | Advocacia", "M | Arquitetura", "M | Finanças" etc. O "M", além de agrupar os itens, também facilita a inclusão da etiqueta na nota. Basta digitar "M" e todas as profissões que já tenho cadastradas irão aparecer. Basta selecionar a desejada e ela será incluída na nota.

Gostou da dica, por favor compartilhe com os amigos usando os botões abaixo.