Digite menos e escreva mais com o Auto Text Expander (tutorial).

Videoaula

O Auto Text Expander é uma extensão (plugin) para o navegador Chrome, que faz com que determinadas combinações de letras, quando digitadas, sejam convertidas em uma frase ou parágrafo, facilitando a digitação de longos textos.

A ideia de usar a tecnologia com o objetivo de alcançar mais em menos tempo ou com menos trabalho me acompanha há bastante tempo e estou sempre compartilhando dicas a este respeito nos meus vídeos e artigos.

Há, entretanto, um outro elemento que considero muito importante. Tecnologias universais, que funcionam em diversos sistemas, são as que mais me atraem porque não fico preso a este ou aquele equipamento, este ou aquele sistema. E uma forma simples de migrar para serviços universais é usando aplicativos e soluções que funcionam em navegadores de Internet.

O Auto Text Expander se enquadra muito bem nas duas situações e, mais que isso, está também preocupado com nossa privacidade. Lendo os termos de uso de alguns dos concorrentes, percebi que, uma vez instalados, passam a sincronizar até mesmo elementos de texto que copiamos e colamos nos nossos computadores.

O Auto Text Expander faz diferente. Ele utiliza o próprio Chrome como um espaço para armazenar e sincronizar os atalhos de teclado entre nossos computadores.

Em outras palavras, para usar o serviço em outro computador e ter acesso aos mesmos atalhos que expandem nossos textos, basta estarmos assinados no navegador Chrome, conforme explico na videoaula "Como criar e sincronizar usuários e configurações no Google Chrome".

O que você achou desta dica? Conhece alguém que pode precisar de fazer algo assim? Compartilhe este conteúdo usando um dos botões abaixo. E se você faz algo diferente ou conhece outras alternativas, deixe seus comentários para ajudar outras pessoas.

 

Produtividade: quando pagar por Apps e serviços (opinião).

Videoaula

Semana passada aconteceu uma conversa muito interessante lá no nosso Grupo de Discussão a respeito de pagar ou não por aplicativos e serviços. Em realidade não foi a primeira vez e provavelmente não será a última. Mas o foco desta vez era a quantidade de dinheiro que se gasta assinando aplicativos.

Quero começar nossa conversa contando uma história triste que alguns já devem conhecer. No passado existiu um serviço muito interessante chamado Sunrise. O conceito era muito simples, porém extremamente eficiente. O Sunrise era apenas uma agenda de compromissos que se integrava com uma enorme quantidade de serviços.

Era possível, por exemplo, ter aceso aos compromissos vindos de uma série de lugares como Outlook, Google Agenda, lembretes do Evernote, eventos do Eventbrite e assim por diante. E não era algo estático. Qualquer mudança feita no Sunrise era refletida nos outros serviços e vice-versa.

Acontece que a Microsoft comprou o Sunrise e integrou meia dúzia de funcionalidade dele dentro do App Outlook. O que existe hoje não chega aos pés do que o serviço foi no passado. A revolta foi geral e um grupo de pessoas resolveu criar um serviço equivalente, o Kin.

Parecia que tudo estaria resolvido, mas em janeiro deste ano (2018) eles, de certa forma, encerraram as atividades também. Pararam de desenvolver o aplicativo e disponibilizaram o código em open source e mais uma vez, fim de história.

Pode até parecer que manter uma estrutura online seja algo barato, mas não é. Por exemplo, hospedar meu site custa dinheiro de verdade, o endereço vladcampos.com custa dinheiro de verdade, o serviço de envio de mensagens via Newsletter me cobra por cada email enviado e significa que quando mais gente participa, mas eu pago. Além disso, o tempo que invisto nos vídeos significa tempo que não estou ganhando dinheiro com clientes e assim por diante. E sou basicamente uma pessoa fazendo tudo.

Transporte tudo isso para uma equipe de desenvolvimento de um serviço como o Sunrise e a conta ficará muito maior. O mesmo vale para o Evernote, Trello, Todoist etc. Existem custos com desenvolvimento, suporte, manutenção, hospedagem de dados, marketing etc.

O modelo parcialmente gratuito destas empresas existe para que você experimente e descubra se o serviço é mesmo útil para você. E é neste ponto que quero chegar. Se é útil para você, se você está sendo mais eficiente, se está ganhando mais dinheiro, pague pelo serviço. Não para ajudar a empresa, mas para te ajudar a fazer ainda mais.

O Facebook nos oferece uma avalanche de coisas gratuitas porque ele está usando e abusando de nossos dados nos bastidores e ganhando rios de dinheiro com isso. Não é o caso de aplicativos de produtividade. A maioria dos que conheço e uso é muito cuidadosa com nossos dados e a única fonte de receita vem do que pagamos.

A discussão no grupo era um pouco diferente disso. O foco era tentar otimizar os serviços para que nosso custo mensal total pudesse ser reduzido. Concordo penalmente com este raciocínio e falei sobre o assunto na semana passada. Não há porque pagar por vários aplicativos que executam funções similares. Tente otimizar, mas, por favor, não se revolte com os recursos que não existem nas versões gratuitas.

A história do Sunrise não é excessão. Só no período recente vimos o Wunderlist ser comprado pela Microsoft também e os escritórios do Todoist e Evernote fechando no Brasil.

É um tema bastante polêmico e gostaria muito de ouvir sua opinião. Se um aplicativo ou serviço te leva a ser mais eficiente você paga por ele? Que aplicativos e serviços recebem seu dinheiro? Por que? Por favor, compartilhe sua história para ajudar outras pessoas.

 

O que é e como funciona o Reddit (opinião).

Videoaula

No dia 8 de fevereiro (2018) a Folha de São Paulo anunciou a saída do Facebook e a notícia ecoou por várias partes do mundo. A iniciativa causou surpresa, mas trouxe também inspiração para o vídeo de hoje a respeito do Reddit, uma comunidade muito interessante para ler e compartilhar noticias.

Pode ser que você não conheça o serviço, mas segundo a Wikipedia, é o oitavo site mais visitado no mundo com meio bilhão de visitas por mês. Já a minha definição rápida para o Reddit é: "o site mais feio do universo (risos), mas com a comunidade mas interessante e ativa que conheço".

O compartilhamento de conteúdo no Reddit se da nos espaços chamandos subreddits (ex: reddit.com/r/workflowc), que são sempre temáticos. E existe todo tipo de tema. Pense em algo, pesquise e muito provavelmente encontrará um subreddit.

Os compartilhamentos podem ser de links ou textos (fotos via App). Estes links e textos são votados pela comunidade para ganharem ou perderem relevância em relação a outros conteúdos e também podem receber comentários, que por sua vez, também são votados.

É uma comunidade com muita energia e bastante democrática. É um espaço bem diferente do Facebook e afins. E finalmente, o ponto que mais gosto é que é um espaço fortemente baseado na comunicação escrita.

Enfim, é preciso ter o mínimo de amor pela palavra escrita para curtir o Reddit de verdade. É o meu caso e se eu tivesse que escolher uma única rede social, seria o Reddit. Se pudesse escolher duas, escolheria também o Twitter.

A propósito, esses dias criei um novo subreddit para compartilharmos conteúdo a respeito de Organização Inteligente & Trabalho Eficiente. Os vídeos do Canal no YouTube estão programados para irem automaticamente para lá, mas a ideia é compartilharmos outros conteúdos e trocarmos experiências. Para participar, visite: http://reddit.com/r/workflowc

O que você achou desta dica? Conhece alguém que pode se beneficiar participando do Reddit? Compartilhe este conteúdo usando um dos botões abaixo. E se você conhece subreddits interessantes, deixe sua lista nos comentários para ajudar outras pessoas.