Seu pendrive no Google Drive (dica).

Sou da era do disquete e fiquei muito contente com a popularização dos pendrives porque passei a poder carregar comigo uma enorme quantidade de arquivos para usar em qualquer computador ou mesmo em uma desses locais que imprimem documentos.

A desvantagem é que os pendrives não sincronizam bem com nossos computadores. Ao menos nunca encontrei uma forma eficiente de fazer isso. Além disso há o problema de serem excelentes transmissores de vírus. Para resolver tudo isso, criei um pendrive virtual no meu Google Drive e é sobre isso que conversarei com você no vídeo de hoje.

Evidentemente essa dica vai funcionar em outros sistema de armazenamento online como o Dropbox, portanto, adapte as configurações para sua realidade.

O primeiro elemento que faz com que o sistema seja eficiente é ter o conteúdo dentro do Google Drive (no meu caso). Com seu conteúdo sendo sincronizado com um serviço de armazenamento online você poderá facilmente abrir, editar e mover documentos entre pastas. E este é o segredo do meu pendrive virtual.

+ Experimente o G Suite por 14 (gratuitamente).

Visite http://drive.google.com e crie uma nova pasta com o nome que desejar. Por exemplo "Pendrive". Agora clique com o botão direito do mouse sobre ela e escolha a opção compartilhar. Na nova janela, escolha a opção "Avançado" (canto inferior direito). Agora clique em mudar e escolha "Público na Internet". Na base da janela, mantenha em "Pode apenas visualizar". Você acabou de criar uma pasta que pode ser acessada de qualquer computador conectado à Internet. 

Dica: caso esteja tendo dificuldade para entender os passos, assista o vídeo.

O problema dessa pasta é que o link é gigantesco e complicado demais para ser memorizado. Temos que melhorar isso se quisermos lembrar deste endereço sempre que precisarmos.

Vá até o endereço bitly.com e cole o link da pasta do Google Drive na caixa de texto que aparece logo na página principal. Um link bem menor aparecerá logo abaixo, mas ainda é um link difícil de decorar.

Para resolver de uma vez por todas você precisará criar uma conta gratuita no Bitly e realizar o processo de encurtamento novamente (detalhes na videoaula). Só que dessa vez você conseguirá editar a terminação do endereço para algo que seja mais fácil de memorizar.

Agora vamos juntar todas as peças do quebra-cabeças. Por segurança, sua pasta virtual precisa ficar sempre vazia, afinal, ela é uma pasta pública. A ideia é mover para lá o que você deseja imprimir ou encaminhar para alguém. Você pode fazer isso antes de ir até a loja de impressão, ou usar o App Google Drive no seu celular para mover os arquivos. Depois que terminar de imprimir, devolva os arquivos para as pastas originais.

+ Videoaulas a respeito de serviços Google.

O que você achou desta dica? Conhece alguém que pode precisar de fazer algo assim? Compartilhe este conteúdo usando um dos botões abaixo. E se você faz algo diferente, deixe seus comentários para ajudar outras pessoas.