Kanban no Evernote via Kanbanote (opinião) | 248

O vídeo de hoje é a respeito do Kanbanote, um serviço que transforma Cadernos ou Etiquetas do Evernote em um quadro Kanban. O tema já estava no meu radar há bastante tempo, desde que foi recomendado pelo Rodrigo Teixeira, e finalmente chegou a hora de conversar sobre o assunto.

Não é segredo para ninguém o quanto gosto do Evernote. Inclusive já tentei implementar o Kanban nele algumas vezes. É possível, mas não tem o mesmo efeito visual que o Trello, por exemplo.

O Kanbanote é um excelente candidato para fazer o papel deste elo entre os dois serviços, mas no momento ainda está bastante simples e com alguns problemas e este é o tema do vídeo de hoje.

O primeiro passo é conectar o Kanbanote ao Evernote. É o mesmo processo que você já usou para outros serviços. Ou seja, clicar no botão que está no site Kanbanote e seguir os passos.

Uma etapa que não está aparecendo no meu vídeo é uma caixa do Kanbanote pedindo seu endereço de email para caso você queira entrar em contato com o suporte. A título de testes, coloquei um endereço diferente do que uso no meu Evernote e funcionou perfeitamente.

Agora que conectou as duas contas, você verá um quadro parecido com o do Trello. A diferença é que as listas são Caderno ou Etiquetas do Evernote. Mas o nome da lista pode ser diferente do Caderno ou da etiqueta que você escolheu. Enfim, no meu caso criei três listas e conectei cada uma delas a um Caderno do Evernote. Se estiver um pouco confuso, recomendo que assista o vídeo.

O equivalente aos Cartões do Trello pode ser criado clicando no botão de adição. Na prática o que você está fazendo é criar uma Nota no seu Evernote com o título igual ao título do Cartão e o conteúdo igual ao conteúdo do Cartão. É algo muito interessante, mas, infelizmente está repleto de pequenos problemas.

Por exemplo, não há como editar uma Nota dentro do Kanbanote. É preciso abrir a nota no Evernote e por uma razão que não entendo, o Kanbanote está abrindo uma versão muito antiga do Evernote na web. A vantagem é que você pode escolher abrir a Nota no próprio App.

Obviamente é possível mover cartões entre Listas e se suas Listas são baseadas em cadernos do Evernote, a Nota mudará de Caderno dentro do Evernote. Já as novas notas criadas naqueles Cadernos aparecerão nas respectivas Listas do Kanbanote. Infelizmente não aparecem outros elementos como texto formatado ou imagens.

Uma outra experiência que fiz foi mudar a ligação das Listas de Cadernos para Etiquetas. A lógica de funcionamento é a mesma. Notas com aquela Etiqueta aparecem na respectiva Lista. Mas se a Nota tem duas ou mais Etiquetas, ela aparecerá repetida em cada uma das Listas no Kanbanote.

Uma outra característica que notei é que as Listas do Kanbanote ficam priorizadas por última edição na Nota. Ou seja, se você muda algo no Evernote, a Nota subirá na Lista do Kanbanote. Isso é um elemento problemático porque a priorização é uma rotina importante e manual do Kanban e que em minha opinião não pode ser automatizada dessa forma.

Infelizmente não encontrei nenhuma configuração que possa mudar esses comportamentos, nem mesmo na conta paga. Em realidade, os que pagam poderão apenas criar vários Quadros, eliminar a publicidade e ter prioridade no suporte. Nada além disso.

De um modo geral gostei muito da ideia, mas é um produto que, definitivamente, precisa de alguns aprimoramentos. Escrevi essas sugestões para os desenvolvedores lá no Twitter. Se o assunto de interessa, por favor, complemente meu Tweet com o que achar importante.

E você, o que achou do Kanbanote? Faz sentido no seu fluxo de trabalho? Por favor, deixe sua opinião nos comentários e compartilhe o vídeo com os amigos.