Evernote: Porque voltei a usar Pilhas (reorganizando) | 252

Quando o Evernote foi criado não existiam as Pilhas. E cheguei a ler que o Phil Libin, CEO naquela época, foi contra, mas terminou sendo voto vencido. Minha opinião ao longo dos anos variou entre adorar Pilhas e achar que elas são completamente desnecessárias e até bem pouco tempo meu Evernote não tinha nenhuma Pilha.

Continuo acreditando que não há necessidade de organizar os Cadernos do Evernote dentro de Pilhas porque é muito fácil chegar a um Cadernos usando a busca ou o atalho de teclado CMD + J (Mac) / CTRL + Q (Windows) que mencionei em vídeo recente.

Mas atualmente acredito que elas podem, sim, ser úteis como ferramentas de trabalho. Foi por esta razão que elas voltaram para o meu Evernote e no vídeo de hoje compartilho com você como é que elas estão funcionando.

Antes de mais nada, vamos a um esclarecimento técnico. O Caderno é um espaço onde as Notas estão guardadas, portanto, se você apaga um Caderno, as Notas vão para o lixo. Já as Pilhas são estruturas visuais. Apagar ou desmontar Pilhas não afeta o conteúdo dos Cadernos. Portanto, você pode criar e destruir Pilhas e deixar a preocupação de lado.

Parei de usar Pilhas porque sigo uma das minhas próprias recomendações. Ou seja, criar Cadernos com nomes simples e fáceis de memorizar. Se você definir nomes coerentes com a sua forma de pensar, com o tempo vai memorizar a maioria dos Cadernos e passará a utilizar o CMD + J (Mac) / CTRL + Q (Windows).

Habitue-se a fazer dessa forma porque é mais ágil. Não há necessidade de entrar na relação de Cadernos e ir olhando um por um até chegar no que você deseja. São pequenos hábitos como este que farão diferença no tempo que você gasta ao longo do seu dia, semanas, meses e anos.

Voltei a usar as Pilhas porque me ocorreram algumas ideias para aprimorar o Kanban dentro do Evernote e quero colocar em prática para testar.

Movi três quadros do Trello para dentro do Evernote usando o seguinte padrão: Pilhas funcionam como Quadros e Cadernos como Listas. Para que a coisa toda fique realmente funcional, movi as Pilhas para a Área de Atalhos e quando chega a hora de trabalhar em um determinado assunto, abro a Pilha correspondente e trabalho com base no workflow pré-definido. Ao mudar para outra atividade, basta fechar aquela Pilha e abrir a outra. Dessa forma, o workflow no qual estou, fica sempre ativo na lateral esquerda do Evernote. 

Você usa Pilhas? Deixe seu comentário: "sim" ou "não". Se quiser elaborar a resposta, será ótimo conhecer a sua forma de usar e com certeza ajudará outras pessoas que acompanham o canal.

 

(re)Organizando a vida com o Evernote | 251

Meu livro Organizando a vida com o Evernote teve sua primeira edição publicada em dezembro de 2012. Atualmente ele está na quarta edição e não foram alterações pequenas. Cada vez que lancei uma nova edição o texto foi completamente modificado para acompanhar as novidades no aplicativo e a forma como passei a fazer as coisas.

O problema é que a evolução tecnológica e as minhas constantes mudanças na forma de fazer as coisas no App são muito mais velozes do que a capacidade que tenho de atualizar as informações no texto. Aliás, é um problema que me acompanha desde o lançamento do livro. Naquela ocasião foi preciso inclusive adiar a publicação durante uns quatro meses porque o aplicativo mudou completamente nas vésperas do lançamento, me levando a reescrever partes de vários capítulos.

Para resolver o problema me ocorreu a ideia de usar o Canal como uma versão sempre atualizada da minha forma de organizar e trabalhar e estou criando uma nova série chamada de (re)Organizando a vida com o Evernote. A princípio terá um formato bem parecido com o do antigo podcast Diário de um elefante. Ou seja, relatos e demonstrações de como realizo minhas atividades usando o Evernote. Mas vamos ver como a ideia evolui.

Todos os vídeos estarão em uma playlist específica que você pode acessar visitando vladcampos.tv/reorganizando. Estou bastante empolgado. Acredito que será uma experiência interessante para você e para mim porque a evolução no processo ficará registrada ao londo do tempo.

 

Evernote: Os 3 recursos que mais uso | 250

Este é o vídeo número 250 do Canal e fiquei pensando em algo que eu pudesse fazer de forma diferente para comemorar a data.

O que decidi foi escolher e falar sobre três funções ou características do Evernote que eu mais uso ou mais gosto. E no final do vídeo quero ouvir a sua opinião. Deixe nos comentários as 3 coisas que você mais usa ou mais gosta no Evernote. Mas lembre-se, apenas três! Se não quiser explicar em detalhes, ao menos escreva as três palavras. Por favor, não me deixe curioso.

UM

O atalho de teclado CMD + J (Mac) ou CTRL + Q (Windows) é possivelmente o que mais uso no Evernote. Ao combinar essas teclas e começar a digitar o nome de um Caderno, os nomes disponíveis vão aparecendo numa lista e o último item da lista é a possibilidade de realizar uma busca com a frase ou palavra que foi digitada na caixa.

Não sei se tudo isso já está também aparecendo na versão Windows do Evernote. Se você é um usuário Windows, por favor, depois me diga o que aparece com o uso do CTRL + Q.

Enfim, é a forma mais fácil que conheço para alternar entre Cadernos e faço isso com muita frequência porque mantenho meu conteúdo e trabalho separado por Cadernos.

Se estou trabalhando em algo e surge uma ideia ou recebo uma ligação com algum tipo de informação que preciso anotar, simplesmente pressionar CMD + J, busco o Caderno, anoto e volto.

Mas para que isso funcione bem você precisa ter um padrão de nomenclatura para facilitar a memorização dos nomes dos seus Cadernos e Etiquetas. No meu caso tendo a usar uma única palavra que funcione de forma mais abrangente. Por exemplo: Saúde, Finanças, Clientes etc.

DOIS

Um outro recurso que uso com muita frequência é o Widget do Android que me permite criar um ícone na tela do telefone com uma determinada função. No meu caso criei o ícone da câmera do Evernote e é super-fácil digitalizar qualquer coisa. O ícone fica na barra na base do telefone bem ao lado do ícone do Evernote. Quando quero digitalizar um documento ou cartão de visitas, vou direto nele.

É muito comum eu abrir o App Evernote, escolher o Caderno específico e já digitalizar os documentos lá. Mas ter o ícone em tela é importante para evitar interrupções. Por exemplo, se estou conversando com alguém que me entrega um cartão de visitas, vou usar o ícone de câmera porque não quero parar de prestar atenção na conversa. É uma forma rápida de chegar ao scanner e ao mesmo tempo mostrar o recurso para a pessoa com quem estou conversando naquele momento.

TRÊS

Existe esse debate infinito na comunidade Evernote: Etiquetas ou Cadernos? Tenho inclusive vários vídeos no Canal sobre o tema.

Sou uma pessoa de Cadernos. e prefiro organizar meus conteúdos assim, mas só consigo fazer isso de forma eficiente porque existem as Etiquetas e elas são minha terceira escolha.

A estrutura super simples do Evernote, —Notas dentro de Cadernos e ponto— transforma as Etiquetas em um recurso fenomenal.

Com elas posso "carimbar" várias informações em uma mesma Nota e isso me permite criar uma enorme quantidade de combinações dentro dessa estrutura hierárquica super simples do Evernote.

A propósito, se ainda não assistiu, assista minha entrevista com o Rui. Ele é um super-defensor do uso de Etiquetas.

E VOCÊ?

Conheço cada esquina do Evernote e uso uma boa quantidade de recursos do aplicativo todos os dias. Portanto, não foi nada fácil criar essa lista. Os dois primeiros itens são coisas que uso com muita frequência no computador e no telefone, respectivamente. Já o último, as Etiquetas, penso que faz parte da razão pela qual ainda uso e gosto tanto do Evernote depois de um casamento de 10 anos.

E você, quais os três recursos ou características que você mais gosta ou mais usa no Evernote. Por favor, deixe um comentário. Se não quiser explicar, apenas escreva o nome dos três. Estou curioso.